5 de julho de 2012

Capitulo 24 (parte 2) - "Ofendi-os de tudo"



Como eram os anos de Amy, fui dormir a casa dela.

Saímos do cinema e cada vez me sentia pior porque ninguém (sem contar com Amy, Carol e Evelyn, claro) dava conta do que eu estava a pesar, nem se preocupava comigo... Continuavam a mandar bocas. A cada sorriso de Abigail, e cada corar de Jeff, uma coisa crescia dentro de mim. Começou a apetecer-me esmurrar alguém... Ou as paredes, mas só sei que queria mandar tudo aquela sensação para longe de mim!

Queria dizer-lhes que não era justo o que eles tinham feito! Dizer-lhe que ela não me devia ter feito aquilo, e não, eu não percebia! Dizer a Jeff que não te tivesse dado falsas esperanças! Mas ali, a única coisa que podia fazer era controlar-me...

-Sam... Tem calma!

-Eu sei Amy, também não ia fazer nada agora... Iam todos ficar do lado deles! - Inspirei fundo e concentrei-me na máquina de bolas saltitonas.


-Pronto, tem calma... Espera ai! Agora? Que queres dizer com isso?

-Achas que vou conseguir ficar calada? Viste o que aquela vaca fez?

-Pois... Nem sei como não fizeste logo... Mas agora é a minha festa de anos e vamo-nos divertir! - Disse-me aquilo acompanhado de um grande sorriso, o que me obrigou a sorrir também!

Tentei divertir-me o resto da festa, e fazer-me de forte, e manter um sorriso nos lábios, e fazer mais sabe-se lá o que... E consegui até ir-mos para casa de Amy.

Comecei a sentir os olhos a arder, e não conseguia dizer uma palavra, pois sabia que à mínima palavra iria rebentar! 

-Sam, queres ir para o quarto? - Amy sussurrou para que a mãe não ouvisse.

Acenei que sim com a cabeça, porque não conseguia falar. Fiquei contente por ela perceber...

-Mãe, nós vamos subindo... Longo dia!

-Está bem meninas, boa noite! - A mãe de Amy era uma querida, e faz-nos um sorriso doce.

-Que queres fazer?

Comecei a chorar. Amy abraçou-me com força, e ficamos ali até que eu fiquei melhor.

-Então, já está tudo cá fora?

-Yup...

-Vamos para o pc?

-Bora! - Já estava melhor, mas por dentro continuava a apetecer-me esmurra-los!

-Posso ir antes ao meu msn, Amy? 

-Claro! Vai lá!

Entrei e adivinhem quem lá estava... Jeff! e Abigail... e o seu nick era "Jeff :$ <3"

Semicerrei os olhos para o computador e Amy não sabia se havia de estar preocupada, ou a rir-se da situação, mas eu não quis saber! Abri a janela e chamei também Abigail para a conversa! 

Amy ficou a olhar para mim com os olhos muito abertos! olhei para ela meio a chorar, e ela faz sinal para que eu continuasse.

E ai a minha capa veio abaixo. Ofendi-os de tudo e mais alguma coisa. Chamei-lhes nomes, disse que eram falsos, e que eu os odiava!

Chegou a um ponto em que não tinha mais nada para dizer, e vim embora. Deixei-os a chatearem-se comigo também, e a dizer que não tinham culpa.

Ainda estava de cara trancada, em frente ao computador, mas Amy desatou-se a rir, o que fez com que eu me desatasse a rir também! Ficamos as duas a rir, apesar de eu estar a chorar ao mesmo tempo. Depois lá me passou...

Fomos ver um filme, eu não estava para muitas conversas.... Depois fomos dormir, e eu passei a noite a pensar nas coisas que tinha dito... Se calhar não tinha sido justa... Afinal, se eu o amava, devia querer que ele fosse feliz, certo?

5 comentários:

  1. É mesmo assim! Tomem lá! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pahahahh soube-me mesmo bem :D e ele ainda se lembra xD

      Eliminar
  2. Fizeste bem em dizer-lhes tudo o que tinhas para dizer, mas isso vai trazer-te consequências (apesar de não as mereceres) não é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vais descobrir no próximo capitulo linda :D

      Eliminar
  3. fogo eu compreendo-te já passei por situaçoes parecidas com a tua, quase me vinham as lágrimas aos olhos ahah a sério, kiss*

    ResponderEliminar

a vida é muito curta para guardares o que pensas só para ti!